Site Loader

SOBRE RESPLENDOR

HISTÓRIA

O desbravamento da região do atual município de Resplendor teve início na segunda metade do século XIX. A região até então era habitada exclusivamente pelos índios Aimorés, que resistiram fortemente às imposições dos forasteiros, ao contrário da maioria dos povos indígenas de outros lugares. No entanto, o francês Guido Marlière conseguiu obter a dominação da etnia. Por volta de 1880, o coronel Manoel Gonçalves de Morais Carvalho tomou posse de uma sesmaria, tendo repassado as terras a outros indivíduos e juntamente a estes deu início ao desenvolvimento da agricultura.

Dado o desenvolvimento populacional e econômico, pela lei estadual nº 556, de 30 de agosto de 1911, foi criado o distrito de Resplendor, subordinado a Caratinga, sendo transferido para o então recém-criado município de Aimorés em 18 de setembro de 1915. O nome recebido pela localidade era devido ao forte reflexo gerado por uma montanha ao ser iluminada pela luz do sol. No final da década de 1910 a localidade passou a ser atendida pela Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM), dando progresso à economia local e colaborando com o desenvolvimento, tendo o núcleo urbano se estabelecido ao redor da estação ferroviária. O distrito emancipou-se pelo decreto-lei estadual nº 148, de 17 de dezembro de 1938.

Quando emancipado, Resplendor era constituído de três distritos, além da sede, sendo eles Bom Jesus, Eme e Itueta. Bom Jesus passou a denominar-se Bom Pastor em 31 de dezembro de 1943. Pela lei nº 336, de 27 de dezembro de 1948, foram criados os distritos de Santa Rita do Itueto (ex-povoado) e Calixto (a partir do povoado de Santo Antônio da Fortaleza), emancipou-se o distrito de Itueta e Eme passou a denominar-se Independência e em 12 de dezembro de 1953 criou-se o distrito de Nicolândia a partir do povoado de Barra de Santa Cruz. Pela lei estadual nº 2.764, de 30 de dezembro de 1962, criou-se o distrito de Campo Alegre de Minas e Santa Rita do Itueto foi elevada à categoria de município. A partir de então restaram cinco distritos: Bom Pastor, Calixto, Campo Alegre de Minas, Independência e Nicolândia, além do Distrito-Sede

A REGIÃO DO BARI

O termo BARI advém das iniciais dos municípios de Baixo Guandu (ES), Aimorés (MG), Resplendor (MG) e Itueta (MG), sendo o Território BARI é uma área delimitada que abrange estes quatro municípios, três deles no Estado de Minas Gerais e um no Estado do Espírito Santo.

Esta região abrange uma população aproximada de 80.905 habitantes ocupando uma área de 3.802,32 km², sendo que 75% desta área constitui zona rural. (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatisticas – IBGE/2015).

ATRATIVOS TURÍSTICOS

Um mapeamento dos principais atrativos turísticos da cidade de Resplendor.

NATURAIS

RIO DOCE

O rio divide Resplendor nas zona “Norte” e “Sul” da cidade e é usado para passeios de chalana, barco e outras embarcações.

CATEDRAL

A formação rochosa pode ser acessada com uma leve caminhada. Aproveite para tirar fotos incríveis da base das pedras.

ZONA RURAL

Resplendor tem longa tradição agropecuária. Após a falência da Capel algumas famílias se abriram ao turismo rural.

CACHOEIRA MANIA DO LAGO

No Sítio Mania do Lago, além da piscina, o visitante pode se refrescar em uma deliciosa cachoeira que nasce a poucos metros da propriedade.

PEDRA DO URUBU

Para chegar à Pedra do Urubu é preciso percorrer uma trilha de dificuldade média, mas a vista do alto compensa o esforço.

SETE SALÕES

A trilha que leva à gruta dos Sete Salões é pesada, mas a caverna, como o nome diz, ostenta 7 belos salões.

 

CULTURAIS

FESTAS POPULARES

Resplendor mantém festas tradicionais como o Boi Pintadinho e o Carreiro. Há também diversos eventos musicais ao longo do ano.

CASA DE ARTESANATO

A Mãos do Povo é uma associação que reúne trabalhos manuais de dezenas de artesãos do município. Visite a loja no Centro.

FEIRA LIVRE

A feira livre de Resplendor acontece todos os sábados pela manhã na Rua Nossa Senhora Mont Serrat, ou “rua do Itaú”. 

IGREJA MATRIZ

A igreja católica do centro da cidade chama atenção por sua cúpula iluminada à noite e reforça o clima interiorano.

INDEPENDÊNCIA

O distrito tem as melhores festas populares do município e toda última segunda-feira do mês, uma roda de viola.

CALIXTO

Maior distrito rural do município. Ao visitá-lo peça o Sr. Lúcio para conhecer a máquina de descascar arroz de 1946.

REDE DE TURISMO

Resplendor tem uma ampla oferta de hospedagens, restaurantes e serviços. Há muitos anos um empreendedor local, o Josiel do Mania do Lago, desenvolve atividades e passeios de forma pioneira. Com o fechamento da Cooperativa Capel a cidade sentiu a necessidade de investir em outros campos econômicos e o turismo surgiu para todos como a grande oportunidade subaproveitada no município.

 Nesse contexto, a Fundação Vale através do parceiro Raízes Desenvolvimento Sustentável desenvolveu um projeto de 16 meses para apoio à criação de novas experiências e empreendimentos. Nesse projeto foi estimulada a criação de uma Rede de Turismo que é formada por empreendedores dos mais diversos ramos e tem como intuito organizar e promover o turismo no município. A Rede hoje é informal e sua atuação é voluntária e complementar ao COMTUR e à Secretaria de Turismo do município.

VÍDEO PROMOCIONAL

Reproduzir vídeo

GALERIA DE FOTOS

As imagens possuem direitos autorais. Créditos: Carlos Dório Costa, Raízes Desenvolvimento – Todos os direitos reservados ®